15 de junho de 2021

ConexãoMT

As notícias se encontram aqui!

Comunicação eficaz pode garantir mais segurança ao transporte rodoviário de cargas

.

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Para oferecer maior segurança no transporte rodoviário de cargas por parte de empresas contratadas, o presidente da Associação Nacional das Empresas Agenciadoras do Transporte de Cargas (ANATC), Carley Fernando Welter, apresentou um esboço de projeto que propõe implantar uma plataforma para criação de um banco de dados com as respectivas informações de motoristas subcontratados e autônomos. A apresentação foi acompanhada pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), o superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Francisco Lucena, e o deputado federal José Medeiros (PODE).
A ANATC é uma entidade privada, com sede em Rondonópolis, que atendem mais de 300 empresas do agronegócio existente pelo país. A entidade é formada por 20 transportadoras rodoviárias, com atuação nacional.
Carley explica que, atualmente, a ANATC conta com cerca de mil escritórios no país, onde aproximadamente 2 milhões de pessoas, principalmente motoristas, vão retirar as cargas. “O projeto surgiu de uma vontade de melhorar a parte da informação. Muitas vezes, o motorista que está na estrada vem de uma empresa pequena ou é autônomo e não tem o suporte necessário que uma grande empresa pode oferecer, como transmitir informações sobre questões legais, campanhas, entre outros assuntos de interesse”, explica.
Delegado Claudinei considerou a proposta da ANATC bastante interessante. “Carley já havia conversado sobre essa proposta do projeto. É importante gerar um canal de informação com todos os envolvidos e trazer melhorias para o setor de transporte rodoviário de cargas. Na parte jurídica, vamos analisar. Sabemos que é um esboço”, comenta o parlamentar.
PRF – A criação de um canal direto com a área de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) poderá ser um importante passo para que as informações tenham alcance até os motoristas e nos escritórios da Associação, defende Welter. “Sem contar, também levar facilmente as questões dos órgãos oficiais, principalmente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Tornar a informação visível e, claro, disponível aos motoristas”, acrescenta o presidente.
Com a possível parceria entre a ANATC e a PRF, a entidade federal encaminharia todas as mídias e informações para que a Associação divulgue para todos os escritórios e motoristas cadastrados. “Eu acho que nós da segurança pública temos que partir para a tecnologia e integração. O nosso objetivo maior são as campanhas educativas e temos vários projetos para isso. A gente quer ocupar todos os espaços. Quanto maior o número de canais que a gente tiver para o motorista melhor. Nós estamos trabalhando junto com as empresas para poder promover vários vídeos educativos. A gente aceita e é um prazer trabalhar com vocês”, afirma Francisco Lucena.
“Temos um grande problema no estado que é a acidentalidade. O fluxo de caminhões na região da BR-163 acaba impactando o nosso dia, devido as rodovias não estarem apropriadas. Passam cerca de 18 mil caminhões (nas rodovias federais), a maioria são de cargas. A rodovia ainda não está contemplada com infraestrutura adequada, mas nós estamos trabalhando, produzindo assim todo mecanismo, com campanhas educativas, trabalhos e operações pontuais”, acrescenta o superintendente.
 

Fonte: ALMT

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}

#infocoweb_corpo div {
margin-bottom: 10px;
text-align: justify;
}O post Comunicação eficaz pode garantir mais segurança ao transporte rodoviário de cargas apareceu primeiro em O Atual.