21 de abril de 2021

ConexãoMT

As notícias se encontram aqui!

Deputado pede explicações sobre as emendas parlamentares não liberadas

.

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

O deputado estadual e presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Delegado Claudinei (PSL), em sessão extraordinária, nesta manhã de terça-feira (18), apresentou requerimento de convocação ao secretário da Casa Civil do governo de Mato Grosso, Mauro Carvalho, para responder questionamentos sobre a convocação dos aprovados em concursos públicos dos Sistemas Socioeducativo e Penitenciário, como, também, o repasse financeiro das emendas parlamentares propostas pelos deputados da Casa de Leis.
O parlamentar mostrou insatisfação e alegou dificuldades de marcar uma agenda na Casa Civil de Mato Grosso, por não apoiar 100% e não ser da base do governo estadual.
“Precisamos ter transparência. Fazer agenda com o governo é muito difícil, principalmente a gente, que não é da base. Estou há mais de dois meses aguardando uma agenda para tratar das emendas parlamentares. Tenho quase R$ 800 mil para destinar à saúde pública e, somente até a última sexta-feira, recebi a liberação de R$ 510 mil que atenderam somente três municípios das regiões sul e sudeste de Mato Grosso. Isso não dá nem 10% do que me é direito. Vamos continuar a buscar estes recursos, já estamos em agosto, daqui a pouco termina o ano”, cobra Claudinei.
Segurança Pública – Em relação às emendas parlamentares para atenderem a área da segurança pública, Delegado Claudinei reforçou que são R$ 2 milhões para a Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC-MT) e R$ 114 mil para aquisição de uniformes para a Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT), emenda essa que contou também com a colaboração de todos os parlamentares da ALMT, com o mesmo valor.
“Não só eu que destinei para a Sesp (Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso), precisamos ter essa transparência. O deputado João Batista (PROS) também não recebeu para o Sistema Penitenciário. Inclusive todos os deputados colaboraram com mais de R$ 100 mil em emendas para pagar os uniformes dos policiais militares. Infelizmente, a gente que não é da base do governo, quem não apoia 100% o governo estadual, tem essa dificuldade”, pontua o parlamentar.
Na oportunidade, ele agradeceu todo o apoio e disponibilidade do deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM), líder do governo na ALMT, mas reiterou que infelizmente já há quase dois meses que aguarda uma agenda na Casa Civil.
“Vou dar um exemplo: tento marcar uma reunião para discutir essas emendas parlamentares, principalmente essas da segurança pública, mas não conseguimos. Tem que ter respeito com todos os deputados, não só os da base. Eu vejo que o deputado Dilmar sempre tem a boa vontade de ajudar, mas o secretário da Casa Civil tem que nos atender quando a gente precisa de uma reunião”, ressalta Claudinei.
Ele reforça que a segurança pública precisa de atenção e que a falta dela pelo governo estadual acaba interferindo na gestão da diretoria da PJC-MT. “Este recurso da emenda parlamentar é para ajudar nas estruturas e equipamentos das delegacias de polícia existentes no Estado. É uma vergonha para o governo estadual e Sesp e, que infelizmente, acaba respingando na PJC, porque surgem dúvidas. Será que é falta de gestão da PJC? Sindicato dos Escrivães e Investigadores? Reforço que até os próprios servidores da PJC estão tendo que fazer cotinha para comprar materiais básicos nas delegacias para atender bem a população. Isso é uma vergonha para o nosso estado”, conclui.
Convocação – Delegado Claudinei, por meio da Comissão de Segurança Pública, propôs para o dia 26 de agosto, às 8 horas, a realização de uma reunião de convocação com o secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour, na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.O prazo de resposta da convocação é de 15 dias úteis, podendo a data ser mantida ou alterada por parte do convocado.
 

Fonte: ALMT

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}

#infocoweb_corpo div {
margin-bottom: 10px;
text-align: justify;
}O post Deputado pede explicações sobre as emendas parlamentares não liberadas apareceu primeiro em O Atual.