17 de setembro de 2021

ConexãoMT

As notícias se encontram aqui!

Seis hospitais estaduais registram aumento na produção de 2020

.

Mesmo em meio à pandemia pela Covid-19, contexto que pode prejudicar a atuação das unidades de Saúde, seis Hospitais Estaduais registraram crescimento na produção ambulatorial, físico e financeira. O apontamento resulta da análise e comparação do desempenho registrado de janeiro a abril de 2019 e 2020.
Durante audiência virtual de Prestação de Contas da Secretaria Estadual da Saúde (SES-MT) à Assembleia Legislativa de Mato Grosso, na tarde desta terça-feira (18.08), foram expostos os balancetes do último quadrimestre de 2019 e primeiro quadrimestre deste ano.
Os números demonstram que, nos primeiros quatro meses de 2020, os Hospitais Regionais de Alta Floresta, Barra do Bugres, Rondonópolis, Cáceres, Sinop e o Hospital Adauto Botelho obtiveram aumento da produção ambulatorial, físico e financeira em relação ao mesmo período do ano passado.
Além das unidades geridas pelo Estado, o Hospital Santo Antônio, contratualizado pela gestão estadual em Sinop, também registrou crescimento no desempenho ofertado.
De acordo com a assessora responsável pelo Núcleo de Gestão Estratégica para Resultados (NGER) da SES, Ana Atala Veggi, o demonstrativo do primeiro quadrimestre de 2020 ainda não engloba grande parte dos investimentos e ampliações realizadas pelo Estado no enfrentamento à pandemia. A servidora pontuou que esses incrementos ficarão mais evidentes na apresentação do segundo quadrimestre deste ano, que engloba o período de maio a agosto do exercício vigente.
Despesas
O balancete aponta que a gestão da SES já liquidou mais de 45% das despesas totais empenhadas até o 1º quadrimestre de 2020. Ou seja, já foram pagos R$ 433.448.639,65 de R$ 913.962.694,25.
Os gastos incluem as áreas de Atenção Básica, Assistência Hospitalar e Ambulatorial, Suporte Profilático e Terapêutico, Vigilâncias Sanitária e Epidemiológica, Alimentação e Nutrição e demais subfunções administrativas.
Já a análise do terceiro quadrimestre de 2019 também indica crescimento das produções ambulatorial e hospitalar, além do aumento dos valores liquidados de restos a pagar. No ano de 2019, ainda ficou comprovado que o Estado cumpriu com as transferências constitucionais e legais no percentual de 12,18% do orçamento estadual em Saúde.
Comissão de Saúde
A audiência foi mediada pelo presidente da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa, o deputado estadual dr. Eugênio. A Comissão também é composta pelos deputados Dr. Gimenez, Dr. João José, Paulo Araújo e Lúdio Cabral.
O deputado estadual e médico Dr. Gimenez parabenizou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, pela atuação durante a pandemia e disse que o estado de Mato Grosso não chegou a “administrar o caos”, como todos esperavam, mas administrou muito bem uma crise. O parlamentar ainda parabenizou a equipe da SES pela transparência na apresentação dos dados.
“Que fique claro, uma coisa é caos e outra é crise. Nós imaginávamos que aconteceria como em outros estados, que faltariam leitos de UTI, mas ao contrário, o secretário e sua equipe conseguiram contornar muito rápido a situação salvando vidas, disponibilizando mais leitos, que devem totalizar 517”.
As sessões públicas para a prestação de contas da Saúde são realizadas a cada quatro meses, conforme determina a Lei Federal n° 141/2012, artigo 36, parágrafo 5º.

Fonte: GOV MT

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}

#infocoweb_corpo div {
margin-bottom: 10px;
text-align: justify;
}O post Seis hospitais estaduais registram aumento na produção de 2020 apareceu primeiro em O Atual.