25 de setembro de 2021

ConexãoMT

As notícias se encontram aqui!

Influencer Mariana Ferrer perde conta no Instagram após denunciar estupro

O caso Mariana Ferrer teve um novo desdobramento. Em maio de 2019,  a influencer denunciou no Instagram que foi vítima de um estupro em um tradicional clube de Florianópolis (SC). Segundo ela, o caso de abuso sexual aconteceu em 2018 e a blogueira relatou que seu agressor seria o empresário André de Camargo Aranha. Nesta semana, Mariana perdeu a conta do Instagram, onde postou todas as denúncias. 

Reprodução/Instagram
Mariana Ferrer perde conta no Instagram após relatar abuso sexual

No Twitter, Mariana postou um print de um email que recebeu do Instagram, avisando que o conteúdo do perfil dela foi desativado por causa de um processo judicial. “Isso é inaceitável. Não basta ser vítima de violência contra mulher, o homem que foi indiciado e denunciado pelas autoridades por estupro de vulnerável entrou na Justiça para remover minha conta do Instagram e silenciar a única voz que tenho para lutar por justiça”, ela escreveu na rede social.

ISSO É INACEITÁVEL. @instagram não basta ser vitima de violência contra mulher, o homem que foi indiciado e denunciado pelas autoridades por estupro de vulnerável entrou na justiça para remover minha conta do instagram e silenciar a única voz que tenho para lutar por justiça. pic.twitter.com/yj0ghAcn6s
— MARIANA FERRER (@marianaferrerw) August 19, 2020

“Censurando uma vítima. A conta criada em 2012, que era meu trabalho, trabalho esse que foi destruído por um estuprador que me violentou e desde maio de 2019 virou meu grito por justiça, onde eu recebo relatos de outras vítimas inclusive do mesmo local”, Mariana escreveu em outro tweet.

Leia também
Internautas se revoltam com demora de aborto legal de menina de 10 anos
Atriz conta que foi estuprada por diretor: ‘Me enganou, me drogou e me estuprou’
Hashtags sobre abuso viralizam na web: saiba como fazer um #exposed seguro?

A influencer fez outra publicação contando que também estava sem WhatsApp e voltou a falar sobre a censura que considera estar sofrendo. “Ao silenciar uma vítima isso demonstra apenas o quão desesperado você está para esconder os seus crimes. A culpa sempre foi sua e nunca vai ser da vítima, lembre-se disso. Não iremos esquecer jamais”, postou. 
O caso gerou revolta nas redes sociais:

CENSURANDO UMA VÍTIMA @instagram e @TJSPoficial ?
conta criada em 2012, que era meu trabalho, trabalho esse que foi destruído por um estuprador que me violentou
e desde maio de 2019 virou meu GRITO por justiça aonde eu recebo relatos de outras vítimas inclusive do mesmo local pic.twitter.com/Qzvc54YAQV
— MARIANA FERRER (@marianaferrerw) August 19, 2020

A “justiça” censurou o instagram que a Mari Ferrer usava para relatar o andar do seu processo judicial onde ela foi vítima do crime de estupro de vulnerável. Um absurdo! Saibam que não conseguirão nos silenciar. Quanto mais tentarem, mais alto gritaremos. #justicapormariferrer
— Victória ✨ (@amuletovic) August 19, 2020

Esse caso da Mariana Ferrer volta sempre na tml há anos e cada vez é uma injustiça diferente. Não bastou o que ela passou, a defesa ainda faz coisas q dá vontade de vomitar. Eu só consigo orar pelo dia que ela vai conseguir justiça, essa mulher é muito forte #justiçapormariferrer
— tokyo⁷ (@sensestae) August 19, 2020

Essa mulher precisa de justiça, pqp ela foi estuprada e dopada em um braço club e ela nunca conseguiu justiça e ainda excluem a conta dela, isso é inacreditável #justicapormariferrer #maribferrer
— A de Amandinha (@portanatela) August 19, 2020

O agressor continua IMPUNE e ainda tentam CENSURAR a vítima. ELES NÃO CONTARÃO COM A COMODIDADE DO NOSSO SILÊNCIO @marianaferrerw #Justiçapormariferrer
— Ulhy (@Ulhyana) August 19, 2020

Fonte: IG Mulher

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}

#infocoweb_corpo div {
margin-bottom: 10px;
text-align: justify;
}O post Influencer Mariana Ferrer perde conta no Instagram após denunciar estupro apareceu primeiro em O Atual.