18 de setembro de 2021

ConexãoMT

As notícias se encontram aqui!

Resgates superam investimentos no Tesouro Direto em julho

.

Os resgates de títulos públicos superaram os investimentos em R$ 226,73 milhões em julho, segundo balanço do Tesouro Direto, divulgado hoje (25). Foram realizadas 433.814 operações de investimento em títulos do Tesouro Direto em julho, no valor total de R$ 1,97 bilhão. Durante o mês, os resgates chegaram a R$ 2,19 bilhões.
As aplicações de até R$ 1 mil representaram 68,3% das operações de investimento no mês. O valor médio por operação foi de R$ 4.541,03.
Os títulos mais demandados pelos investidores foram os títulos indexados à taxa Selic (Tesouro Selic), que totalizaram R$ 949,79 milhões, representando 48,2% das vendas. Os títulos indexados à inflação (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais) somaram, em vendas, R$ 601,32 milhões e corresponderam a 30,5% do total, enquanto os títulos prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais) totalizaram R$ 418,85 milhões em vendas, ou 21,3% do total.
Nas recompras (resgates antecipados), também predominaram os títulos indexados à taxa Selic, que somaram R$ 1,24 bilhão (59,4%). Os títulos remunerados por índices de preços (Tesouro IPCA+, Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais e Tesouro IGPM+ com Juros Semestrais) totalizaram R$ 575,75 milhões (27,5%), os prefixados, R$ 273,37 milhões (13,1%).
Quanto ao prazo, a maior parcela de vendas se concentrou nos títulos com vencimento entre 1 e 5 anos, que alcançaram 53,6% do total. As aplicações em títulos com vencimento acima de 10 anos representaram 26,2%, enquanto os títulos com vencimento de 5 a 10 anos corresponderam a 20,2% do total.
Base de investidores
Em julho de 2020, o total de investidores ativos no Tesouro Direto, isto é, aqueles que atualmente estão com saldo em aplicações no programa, atingiu a marca de 1.324.915 pessoas, representando um aumento de 26.148 investidores no mês. Já o número de investidores cadastrados teve um aumento de 367.699, e atingiu a marca de 7.780.590 pessoas.
Estoque
Em julho, o estoque do programa chegou a R$ 61,979 bilhões, aumento de 0,3% em relação ao mês anterior, de R$ 61,770 bilhões.
Os títulos remunerados por índices de preços se mantêm como os mais representativos do estoque somando R$ 30,415 bilhões, ou 49,1% do total. Na sequência, vêm os títulos indexados à taxa Selic, totalizando R$ 20,158 bilhões (32,5%), e os títulos prefixados, que somaram R$ 11,407 bilhões, com 18,4% do total.
Quanto ao perfil de vencimento dos títulos em estoque, a parcela com vencimento em até 1 ano fechou o mês em R$ 5,154 bilhões, ou 8,3% do total. A parcela do estoque vincendo de 1 a 5 anos foi de R$ 36,740 bilhões (59,3%) e o percentual acima de 5 anos somou R$ 20,085 bilhões (32,4%).

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Economia

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}

#infocoweb_corpo div {
margin-bottom: 10px;
text-align: justify;
}O post Resgates superam investimentos no Tesouro Direto em julho apareceu primeiro em O Atual.