21 de outubro de 2021

ConexãoMT

As notícias se encontram aqui!

Polícia Civil esclarece homicídio de funcionário de hotel e prende dois suspeitos

.

Assessoria | Polícia Civil-MT
Dois suspeitos pelo homicídio praticado contra o funcionário de um hotel em Sapezal (480 km a noroeste de Cuiabá) foram presos na terça-feira (01.09), durante rápida ação integrada deflagrada pela Polícia Civil do município, com apoio da Polícia Militar.
Em menos de 48 horas após o crime, os dois suspeitos de 43 e 33 anos, foram identificados e tiveram os pedidos de prisões preventivas representados pela Delegacia de Sapezal e deferidos pela juízo da Comarca local.
O crime ocorreu na madrugada de segunda-feira (31.08), em um hotel situado na região central da cidade. José Cláudio Lopes de Assis, de 51 anos, era recepcionista do local e foi encontrado morto, aparentemente executado com arma branca dentro de um dos quartos.
A vítima teve uma das orelhas arrancadas pelos criminosos. O corpo foi avistado pela faxineira do hotel, caído de bruços no chão do apartamento, todo ensanguentado.
Durante investigação para esclarecer o homicídio, os suspeitos foram identificados e tiveram as ordens de prisões preventivas decretadas.
Ao serem presos ambos foram conduzidos para a delegacia da Polícia Civil, onde foram interrogados pelo delegado Gustavo Godoy Alevado e confessaram a autoria do crime. “Um dos presos disse ter agido por vingança e outro foi motivado pela promessa de uma recompensa no valor de R$ 2 mil”, informou o delegado.
Após cumprimentos dos mandados de prisões, os dois suspeitos foram encaminhados para uma unidade prisional da região, onde ficarão à disposição da Justiça.
As diligências continuam visando apurar a possível participação de outras pessoas no crime.
 

Fonte: PJC MT

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}

#infocoweb_corpo div {
margin-bottom: 10px;
text-align: justify;
}O post Polícia Civil esclarece homicídio de funcionário de hotel e prende dois suspeitos apareceu primeiro em O Atual.