19 de janeiro de 2022

ConexãoMT

As notícias se encontram aqui!

Jauru comemora 41 anos com obras em rodovia, repasses em dia e ações de combate à epidemia

.

A população de Jauru, com 8.582 habitantes, comemora neste domingo (20.09) seu 41º aniversário de emancipação administrativa. Situado no sudoeste mato-grossense, a 405 quilômetros de Cuiabá, o município foi beneficiado com a restauração, já concluída, de 68 quilômetros MT 175/248 que o liga a Araputanga, cujos investimentos somaram R$ 14,688 milhões.
O Governo do Estado também está contribuindo com a prefeitura no combate à pandemia da Covid-19. Foram enviados ao município 750 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 32.182 comprimidos, entre azitromicina (3.957), ivermectina (3.165) e dipirona (25.060), também distribuído em gotas, num total de 616 frascos.
Os repasses financeiros também estão em dia. Entre janeiro de setembro deste ano, foram transferidos aos cofres municipais R$ 7,961 milhões referentes a ICMS, IPVA e Fethab, além de outros R$ 2,047 milhões em assistência social, transporte escolar, convênios na área de Saúde e emendas parlamentares, entre 2019 e julho deste ano.        
Economia
Uma pequena central hidrelétrica, a Salto do Jauru, com capacidade para fornecer energia elétrica para cerca de 150 mil pessoas, coloca o setor o setor industrial como principal componente do Produto Interno Bruto (PIB) municipal.
De um PIB total, avaliado em R$ 273,6 milhões em 2017, segundo o IBGE, a indústria responde por quase a metade (R$ 129,9 milhões), seguido pelo setor de serviços, com R$ 53,45 milhões. O PIB per capita é de R$ 31.177,02.
Sexto no ranking mato-grossense na produção de leite, com 19,6 milhões de litros de leite, segundo dados do IBGE de 2018, o município tem um plantel de 10,664 vacas ordenhadas, de um rebanho bovino de 191,9 mil cabeças. Na pecuária municipal, pode-se citar o rebanho galináceo, de 12.036 cabeças, das quais 9.618 galinhas.
Na agricultura, o IBGE registrou, em 2018, produção de banana, café, laranja, maracujá, feijão, mandioca, melancia e milho.

História
O nome Jauru, que significa peixe grande ou rios dos jaús, é uma referência ao Rio Jauru, que banha o território do município e deságua no Rio Paraguai. A colonização começou nos primeiros anos da década de 1950, quando uma empresa sulista adquiriu uma área de 250mil hectares no município de Cáceres, entre os rios Guaporé e Jauru.
Em 1953, os pioneiros, a maioria formada por mineiros, paulistas e paranaenses, adquiriram suas glebas e se instalaram na região. Com elas, surgiram as primeiras lavouras de café, arroz, milho e feijão.
Uma parte das terras foi reservada para o núcleo urbano, que no inicio se chamou Gleba Paulista, posteriormente alterada para Cidade de Deus e, finalmente, Jauru, elevado à condição de município em 20 de setembro de 1979, pela lei 4.164.

Fonte: GOV MT

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}

#infocoweb_corpo div {
margin-bottom: 10px;
text-align: justify;
}O post Jauru comemora 41 anos com obras em rodovia, repasses em dia e ações de combate à epidemia apareceu primeiro em O Atual.