19 de janeiro de 2022

ConexãoMT

As notícias se encontram aqui!

Repórter é agredida chamada de “macaca” enquanto trabalha: “Estou péssima”

Reprodução
Julie Alves foi atacada por um funcionário público

A repórter Julie Alves foi agredida na tarde desta quinta-feira (24) em uma unidade de saúde em Japeri, região metropolitana do Rio de Janeiro. A jornalista, que gravava material para o programa ‘Fala Baixada’, da CNT, e seu cinegrafista precisaram ser atendidos no posto após a confusão. Um funcionário público agrediu a dupla.

Leia também
Repórter da Globo discute com entrevistado: “Não tem 100 mil mortes inventadas”
Repórter de afiliada da Globo cai no rio durante jornal ao vivo

De acordo com o site Notícias da TV, Julie também acusa o funcionário público de racismo: “Ele me chamou de macaca, de piranha, me mandou para a p… que pariu. Isso nunca tinha acontecido comigo. Estou péssima”, contou à coluna. A reportagem de Julie Alves não tinha relação direta com a unidade de saúde, mas com um lixão vizinho ao prédio público.

Fonte: IG GENTE

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}

#infocoweb_corpo div {
margin-bottom: 10px;
text-align: justify;
}O post Repórter é agredida chamada de “macaca” enquanto trabalha: “Estou péssima” apareceu primeiro em O Atual.