15 de junho de 2021

ConexãoMT

As notícias se encontram aqui!

Como amenizar a dor das perdas com os óleos essenciais

Lu Fernandes
Como amenizar a dor das perdas com os óleos essenciais

Uma coisa que de fato não estamos preparados é lidar com as perdas de um modo geral, seja de relacionamentos, emprego, posses pessoais e o mais difícil, no luto.
Para todas as outras questões temos a oportunidade de reconquistar, inclusive na maior parte das vezes até melhor do que a situação em que estávamos, mas a morte é irreversível e aceitar, enfrentar a dor dessa ausência de quem tanto amamos, é um desafio que muitas vezes sozinhos pode ser bem difícil e prejudicar muito o andamento da vida, que apesar disso continua.
Os sentimentos que carregamos com o luto são aqueles mais complicados de lidar; o vazio, a raiva, a dor, desapego, saudade, aceitação e muitos outros. 
Alguns demoram mais para superar, outros “agem” como se nada tivesse acontecido, mas para todas o processo de superação passa por fases. Em 1969 a psiquiatra Elisabeth Kubler-Ross elencou, em seu livro “Sobre a morte e o morrer” , as 5 fases do luto:
– Negação: dificuldade em aceitar a perda e a ideia que aquela pessoa não estará mais ali, isso potencializa a dor e sofrimento.
– Raiva: a realidade dos fatos e a impotência costuma trazer revolta, já que é impossível reverter a situação e o inconformismo da perda seja revertido em raiva.
– Negociação: a pessoa tende a aliviar sua dor se apegando a algo ou “negociando sua dor” com o divino.
– Depressão:  um sofrimento intenso marca a fase e tende a ser um dos mais longos períodos do luto. A pessoa perde suas forças se sentindo, impotente, culpada, melancólica e sem esperança. Assim, tende a se isolar, ficar introspectiva e se entregar.
– Aceitação: quando a pessoa tende a aceitar os fatos e a “substituir” a dor pela saudade, tocando para frente a sua vida
Não há, em toda a sabedoria divina, algo que possa simplesmente apagar essa dor da perda e passar por essas fases sozinho não é muito fácil, muitas pessoas podem nem chegar a última etapa de tão fracas e perdidas que ficam. 
Por isso os óleos essenciais são tão necessários e incríveis nesses momentos, possuem uma rápida atuação nos ajudando a passar por todas as etapas e tocarmos a nossa vida para frente apenas cultivando aquela saudades gostosa e aceitando melhor esse ciclo inevitável da vida.
E para isso, seguem os óleos que podem te auxiliar nesse processo:

Camomila Romana: é considerado o óleo dos anjos, além de trazer a luz divina, nos ajuda a lidar com a ansiedade, a raiva, a culpa e depressão já que é extremamente calmante, ajudando na insônia e depressão
Cipreste: Essa árvore é bastante comum em cemitérios europeus por ajudar no desapego e para as tristezas profundas, servindo de amparo e consolo nos ajudando no processo de aceitação da situação e do tempo certo do luto. Faz a pessoa a olhar para frente, voltando a fluir com o fluxo da vida.
Manjerona: Era plantada nos cemitérios da Grécia antiga para ajudar a trazer paz aos espíritos dos falecidos.
Conhecida na aromaterapia como a “Mãejerona”, traz acolhimento, colinho de mãe e o conforto tão necessário, diminuindo a dor intensa sendo sedativa e ajudando também na insônia e depressão.
Olíbano: Outro óleo extremamente espiritual e divino. Se a manjerona é a mãe, o Olíbano é o pai protetor. Nos auxilia no processo de despertar, principalmente para compreender e superar o medo da morte, de perda de um ente querido e mudanças drásticas, acalmando a sensação de angústia. Ajuda a desacelerar e a equilibrar momentos de pânico e agitação, produzindo uma sensação de calma que ajuda a controlar a ansiedade, a tensão e o estresse.
Pinheiro: Ajuda a limpar a raiva, limpando os sentimentos pesados e proporcionam uma renovação da alma,é capaz de eliminar a agressividade e impulsividade, reduzir a ansiedade e stress.
Cedro: Uma árvore extremamente forte que resiste à tempestades e incêndios, nos trazendo essa sua força e capacidade de se manter de pé e resistir às tempestades da vida. Traz coragem e suporte situações pesadas e incertas, nos trazendo a força para prosseguir.
Grapefruit: Harmoniza o ambiente e as pessoas, acalmando pensamentos, aliviando a dor emocional, traumas emocionais resultantes de choques profundos.
Como você pode usar:
 O melhor e mais rápido meio de atuarmos nas nossas emoções é através da inalação, já que o olfato está ligado diretamente ao sistema límbico, trazendo resultados imediatos.
– Sendo assim você pode usar pingando uma ou duas gotinhas na mão (ou uma de cada em caso de mais de um óleo) friccionando uma mão na outra e fazendo uma “conchinha” no nariz, inalando por alguns minutos. Faça isso várias vezes no dia.
– Com um colar difusor pessoal, pingando duas a três gotas e utilizando boa parte do dia.
– Difusor a vapor, pingar 5 a 6 gotas e completar com água, deixando na sala ou no ambiente aonde as pessoas da família mais permanecem
*Atenção sempre aos bebês e grávidas* 
TEXTO:  Lu Fernandes | Terapeuta holística, aromaterapeuta, estudiosa do ocultismo e práticas espirituais, Sacerdotisa na Magia Natural e Guardiã nos Círculos de Mulheres.
INSTAGRAM: @terapeutamagica
LEIA TAMBÉM:  
Conheça o Mito de Deméter e a Primavera
Lua das Fadas: Rituais para Lua Azul
Óleos essenciais e os arquétipos das Deusas

Fonte: IG Mulher

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}

#infocoweb_corpo div {
margin-bottom: 10px;
text-align: justify;
}O post Como amenizar a dor das perdas com os óleos essenciais apareceu primeiro em O Atual.