13 de junho de 2021

ConexãoMT

As notícias se encontram aqui!

Brasil subnotificou 70% dos casos graves de Covid-19, diz estudo

Leonardo Pujol – @leonardopujolrs – De Porto Alegre para a BBC Brasil
Brasil teria subnotificação de mortes de cerca de 38%

O Brasil subnotificou quase 70% dos casos graves de Covid-19 em 2020. Já a subnotificação de óbitos em decorrência da doença ficou em torno de 38%. Os dados são de um estudo da Vital Strategy , instituição internacional de saúde sem fins lucrativos.
A pesquisa analisou os índices de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de 2018 e 2019 – anos anteriores à pandemia – e comparou com os dados de 2020 e 2021. A diferença corresponde ao número de notificações, indicam os pesquisadores.
A subnotificação de casos foi maior entre pessoas com idades entre 15 a 29%: nesta faixa etária, a projeção é que 108% das contaminações tenham sido notificadas. 

Leia também
Com 2.165 mortes por Covid em 24h, Brasil tem ligeira queda em média móvel
Covid-19: Após EUA defender quebra de patentes, Brasil fala em ‘terceira via’
iG lança plataforma para comparar planos de celular e internet no mercado

A mesma faixa etária também lidera o índice de subnotificação de mortes. Segundo o estudo, 4.360 pessoas entre 15 a 29 anos teriam morrido por Covid-19, e não 2.435 como indicam os registros. A diferença é de 79%. Isso aconteceria porque os jovens são menos diagnosticados e testados do que os mais velhos.
Pernambuco, Paraná e São Paulo seriam, respectivamente, os estados que mais subnotificaram óbitos em decorrência do novo coronavírus (Sars-Cov-2), de acordo com o levantamento.

Fonte: IG SAÚDE

#infocoweb_cabecalho {
display: inline-block;
margin-top: -75px;
position: absolute;
right: 0;
}

#infocoweb_corpo div {
margin-bottom: 10px;
text-align: justify;
}O post Brasil subnotificou 70% dos casos graves de Covid-19, diz estudo apareceu primeiro em O Atual.