AGRONEGÓCIO

Por segurança ADM, Bunge e CHS suspendem operações na Ucrânia

Publicado em

Por segurança ADM, Bunge e CHS suspendem operações na Ucrânia

GUERRA UCRANIA Foto Blog Lusa

A trading de commodities agrícolas Archer Daniels Midland (ADM), dos Estados Unidos, disse que parou de operar suas instalações na Ucrânia em resposta a protocolos de segurança e diretrizes governamentais. A empresa, com sede em Chicago, afirmou que está monitorando o potencial impacto financeiro do conflito Rússia-Ucrânia. Segundo um porta-voz da empresa, a ADM emprega mais de 630 pessoas nessas instalações, que incluem uma planta industrial de esmagamento de soja, um terminal de grãos, seis silos de grãos e um escritório comercial em Kiev.

“A ADM usará toda a amplitude de nossa cadeia de suprimentos global e integrada para atender às necessidades de nossos clientes em todo o mundo enquanto gerenciamos essa situação difícil”, disse a empresa. A ADM tem uma participação de 50% na Aston Foods and Food Ingredients, uma companhia de adoçantes e amidos com sede na Rússia, de acordo com um documento regulatório.

Outras empresas agrícolas dos EUA que operam na Ucrânia também estão fechando escritórios e instalações em resposta ao ataque da Rússia. A Bunge, líder mundial no processamento de sementes oleaginosas e na produção e fornecimento de óleos e gorduras vegetais especiais, fechou os escritórios e suspendeu temporariamente as operações em instalações de processamento em duas cidades da Ucrânia, como informou a empresa na quinta-feira. A Bunge emprega mais de mil trabalhadores no país que operam duas unidades de processamento, além de elevadores de grãos e um terminal de exportação de grãos.

Leia Também:  Ministério da Agricultura fiscaliza produção e comercialização clandestina de sementes e mudas de cacau no Pará

A CHS, cooperativa agrícola e grande exportadora de grãos e varejista de sementes e produtos químicos, disse que vem reduzindo sua atividade de exportação na Ucrânia nas últimas semanas. Ela emprega 46 pessoas na região, mas não possui operações portuárias no país (Dow Jones Newswires, 25/2/22)

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

AGRONEGÓCIO

Fazenda é multada em R$ 44 mil por aplicar agrotóxico a menos de 90 metros de escola em MT

Published

on

Uma fazenda em Sinop (503 km de Cuiabá), que não teve o nome revelado, foi multada em R$ 44 mil por aplicar agrotóxico a menos de 90 metros da Escola Municipal de Educação Básica Silvana. Cerca de 150 crianças estudam na unidade, que foi evacuada depois que os professores sentiram o cheiro forte do veneno.

Coordenadores e professores da escola entraram em contato com a prefeitura, comunicando sobre o cheiro do agrotóxico. Um ônibus foi enviado para retirar os estudantes. Foi solicitado ao Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) que realizasse uma fiscalização no local.

O Indea informou, que ainda não é possível afirmar qual (is) os produtos foram utilizados na pulverização irregular, uma vez que na propriedade foram encontrados vários tipo de venenos: herbicidas, fungicidas e inseticidas. Segundo o órgão, o proprietário foi notificado para apresentar os documentos que comprovem a legalidade dos agrotóxicos.

A fazenda foi orientada pelo Indea a aplicar o produto em horários em que não haja alunos e professores na escola.

Leia Também:  Fazenda é multada em R$ 44 mil por aplicar agrotóxico a menos de 90 metros de escola em MT

Equipes médicas ficaram de prontidão nas unidades de saúde, no entanto, conforme a prefeitura, nenhuma criança da escola procurou atendimento.

COMENTE ABAIXO:
Continuar lendo

GRANDE CUIABÁ

MATO GROSSO

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA