DESTAQUE

Traficante morre após apontar arma para policiais da ROTAM

Publicado em

Um traficante de 35 anos morreu após apontar arma para policias do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), na noite desta sexta-feira (4), em uma residência no bairro Jardim Eldorado, em Cuiabá.

 

 

Uma equipe da polícia Militar em ronda teria recebido informações da atitude suspeita de um indivíduo que entrava e saia a todo momento de um imóvel.

As informações davam conta ainda de que, supostamente, o suspeito poderia estar armado.

Segundo os policiais, em diligencia ao local o suspeito ao ver a viatura correu para dentro da casa. Ele estaria com uma arma na mão e não atendeu as ordens de soltá-la, vindo a trancar-se no interior do imóvel.

Os policiais então adentraram na residência.

Conforme a ocorrência, o traficante teria saído de um quarto e apontado a arma para os policiais, momento que foi alvejado e levado até o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), entretanto não resisitiu e foi constatada sua morte.

Na casa foi apreendido um revólver Taurus com seis munições intactas, quatro tabletes de cocaína e outros materiais para preparo e venda da droga.

Leia Também:  Prefeito que incentivou atos antidemocráticos é afastado pelo STF

A Polícia Civil investiga o caso.

 

Da redação Rogério Florentino.

COMENTE ABAIXO:

Advertisement

DESTAQUE

TRE/MT multa em R$ 100 mil Carlos Alberto Capeletti (PSD)

TRE entendeu que prefeito afastado demorou para cumprir a ordem judicial injustificadamente

Published

on

Carlos Alberto Capeletti (PSD), prefeito afastado de Tapurah (a 414 km de Cuiabá), foi multado em R$ 100 mil pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) (07), por não ter comprovado o encerramento do sorteio de um carro para estimular eleitores da cidade a votarem no presidente, Jair Bolsonaro (PL).

Capeletti tinha 24h para cumprir a liminar deferida na representação eleitoral manejada pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), mas somente após a segunda intimação, seis dias após a primeira decisão, se retratou do sorteio ilegal.

Na ocasião, a juíza eleitoral de Ana Cristina Silva Mendes, entendeu que o vídeo gravado pelo prefeito, bem como as demais informações que constam dos autos, apontam que, embora tardiamente, houve o cumprimento da decisão liminar, determinando a extinção do processo.

A PRE ingressou com recurso interno no TRE-MT contra a extinção e pedindo a aplicação da multa de R$ 600 mil,  por conta da da demora injustificada do recorrido em cumprir as determinações impostas.

Em sessão plenária realizada na quarta-feira (07.12), o TRE decidiu pela aplicação da multa no valor de R$ 100 mil a Carlos Alberto Capeletti, pelo não cumprimento da decisão judicial no prazo estabelecimento, e desconsiderou o pedido de R$ 600 mil pelo fato da multa não ter sido cominada por dia não cumprido.

Leia Também:  TRE/MT multa em R$ 100 mil Carlos Alberto Capeletti (PSD)

COMENTE ABAIXO:
Continuar lendo

GRANDE CUIABÁ

MATO GROSSO

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA