Esportes

Classificado à semifinal, Botafogo recebe o ameaçado Volta Redonda

Publicado em

Classificado à semifinal, Botafogo recebe o ameaçado Volta Redonda

Classificado por antecipação à semifinal do Campeonato Carioca, o Botafogo recebe o Volta Redonda nesta segunda-feira, às 19h30, no estádio Nilton Santos, o Engenhão, no complemento da penúltima rodada da Taça Guanabara. A partida marcará a ‘estreia’ do time sob intervenção oficial de John Textor, norte-americano, investidor e dono do clube.

O momento é mesmo de transição no clube, que segue treinado interinamente por Lúcio Flávio. A nova diretoria aguarda um desfecho positivo para contar com Luís Castro em até duas semanas. O treinador português pediu para permanecer no Al-Duhail até o fim da Copa do Emir, com decisão marcada para 18 de março.

Os jogadores do atual elenco sabem que a reformulação no clube será grande e por isso tem a missão de melhorar o desempenho se quiserem permanecer para a disputa do Brasileirão. A equipe acumula duas derrotas seguidas no Estadual, para Flamengo e Portuguesa.

A equipe não tem mais chances de ficar na vice-liderança, que daria vantagem nas semifinais. Com a vitória no clássico contra o Vasco, neste domingo à tarde, o Flamengo garantiu o posto. No sábado, o Fluminense já havia conquistado a primeira colocação. Assim, os dois últimos jogos da rodada influenciarão somente para definir os confrontos da semi. Se terminar em terceiro, à frente do Vasco, o Botafogo enfrentará o Flamengo na semi. Se ficar em quarto, posição que ocupa hoje, terá o Fluminense como adversário.

Leia Também:  Equipe da Gestão de Pessoas da Polícia Civil recebe homenagens da Câmara de Cuiabá

A partida desta segunda tem bem mais importância para o Volta Redonda, que caiu para a lanterna após a goleada do Boavista por 4 a 1 sobre o Bangu, no domingo. Boavista e Volta Redonda têm cinco pontos e o Voltaço perde nos critérios de desempate. Apenas o último colocado será rebaixado ao término da primeira fase. Para a partida, Yuri está suspenso e será substituído por Davisino na lateral-direita.

Para a partida no Engenhão, Lúcio Flávio terá a volta do volante Barreto, após cumprir suspensão. O zagueiro argentino Joel Carli completará 180 partidas com a camisa alvinegra e irá igualar o compatriota Rodolfo Fischer, atacante que fez sucesso na década de 70 e era, até então, o estrangeiro com recordes de partidas pelo clube carioca.


COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Esportes

Brasil tem bom início no Mundial de Bocha Paralímpica

Published

on

Começou nesta terça-feira (6) o Campeonato Mundial de bocha paralímpica. E o Brasil teve uma boa participação na principal competição da modalidade do ciclo Paris 2024, que reúne mais de 170 atletas de 40 países e que é realizada no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro.

O destaque da seleção brasileira foi Evelyn Oliveira, que, na classe BC3 (para atletas com deficiências severas e que podem usar o instrumento auxiliar calha e ter auxílio de outra pessoa), superou a sul-africana Elanza Jordaan por 18 a 0.

“Fiquei muito feliz de ter iniciado o Mundial após uma jornada tão longa. Não tem nada mais gratificante do que ter uma estreia como essa, com uma vitória consistente, com tranquilidade nas quatro parciais. Estou feliz com o resultado e espero manter o desempenho no restante do campeonato”, declarou a paulista à assessoria de imprensa do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Os dois medalhistas de bronze nos Jogos de 2020 (Tóquio) José Carlos Chagas e Maciel Santos também estrearam no Mundial com placares elásticos.

Leia Também:  Equipe da Gestão de Pessoas da Polícia Civil recebe homenagens da Câmara de Cuiabá

José Carlos bateu o japonês Takumi Nakamura por 11 a 1 na classe BC1 (para atletas que podem jogar com as mãos ou com os pés e que contam com a opção de um auxiliar). Já o cearense Maciel estreou em sua sétima participação em mundiais vencendo o sul-coreano Minkyu Kwak por 8 a 1 pela classe BC2 (para atletas que não recebem assistência). Ainda pelo masculino, mas pela classe BC3, o mineiro Mateus Carvalho venceu o egípcio Abdelrahman Saad por 9 a 0.

Já no feminino as pernambucanas Andreza Vitória e Evani Calado derrotaram, respectivamente, Yushae Andrade, de Bermudas, por 5 a 2 pela BC1, e a japonesa Keiko Tanaka, por 4 a 2 pela BC3. Pela classe BC4 (para atletas com deficiências severas, mas que não recebem assistência), a paulista Josi Silva bateu a chilena Norma Concha por 8 a 0.

O único empate brasileiro do dia veio com Eliseu dos Santos, que ficou no 2 a 2 com o tailandês Ritthikrai Somsanuk na classe BC4. O paranaense também perdeu de 8 a 1 para o israelense Gershon Haimov por 8 a 1.

Outras derrotas do Brasil nesta terça vieram com a pernambucana Letícia Karoline, de 3 a 2 para a argentina Ailen Flores na classe BC1, e com o paulista Antônio Leme, de 7 a 1 para o atleta de Hong Kong Tak Wah Tse na classe BC3.

Leia Também:  F1- Schumacher fala sobre o momento difícil na Haas: “Às vezes é o seu ano e às vezes não”

O Mundial de bocha será disputado até a próxima terça-feira (13). O evento é transmitido, ao vivo, pelo canal da Associação Nacional de Desportos para Deficientes (Ande) no YouTube.

Fonte: EBC Esportes

COMENTE ABAIXO:
Continuar lendo

GRANDE CUIABÁ

MATO GROSSO

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA