GERAL

Rússia está pronta para fornecer gás em linha do Nord Stream 2 não danificada, diz Novak

Publicado em

25206284

Sim, claro, é possível“, respondeu a repórteres quando indagado sobre a questão.
Apesar disso, Novak afirmou que é necessária uma investigação, com a participação da Rússia, sobre os gasodutos sabotados.

“Infelizmente, devido à sabotagem, uma linha foi danificada, e é necessário um exame, e portanto outras decisões são tomadas sobre o destino dessa linha. Quanto à segunda linha, ela está pronta, construída, e, se as decisões legais necessárias forem tomadas por colegas europeus em relação à sua certificação e remoção de restrições, acho que a Rússia em pouco tempo poderá fornecer suprimentos adequados através desta linha do gasoduto“, disse Novak.

© flickr.com / Sergio RussoBarris de petróleo

Barris de petróleo - Sputnik Brasil, 1920, 05.10.2022

Barris de petróleo. Foto de arquivo
O vice-primeiro-ministro russo indicou ainda que a produção de petróleo na Rússia atualmente é de 9,9 milhões de barris por dia.
“Hoje na Rússia não cumprimos parcialmente nossas cotas em relação às cotas estabelecidas pelo acordo. Nossa cota para agosto é de 11 milhões de barris por dia. A Rússia está produzindo 9,9 milhões de barris por dia. Assim, nossa contribuição para a redução global, na verdade, está em vigor hoje. Nossa cota será reduzida de 11 milhões para 10,5 milhões de barris por dia”, disse Novak em entrevista ao canal de TV Rossiya 24.
Segundo ele, o orçamento russo no setor é elaborado com base no preço do petróleo. Para Novak, o preço atual de US$ 70 (R$ 365) por barril é confortável para a Rússia.

“Nosso orçamento é formado a um preço de US$ 70 [por barril], e acreditamos que esse é um preço confortável que pode ser tomado como base hoje”, disse.

Leia Também:  Bolsonaro diz a Biden que vai terminar governo de forma democrática
O logotipo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) é visto fora da sede da OPEP em Viena, Áustria, 3 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 05.10.2022

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

GERAL

Especialistas da AIEA avaliaram danos em Zaporozhie e não encontraram nenhuma ameaça à segurança

Published

on

By

Especialistas da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) examinaram os danos causados ​​​​à usina nuclear de Zaporozhie por bombardeios intensos e concluíram que não havia ameaças imediatas à segurança nuclear. A declaração foi dada pelo diretor-geral da AIEA, Rafael Grossi, nesta segunda-feira (21).

“Uma equipe de especialistas da Agência Internacional de Energia Atômica avaliou hoje [21] a extensão dos danos causados ​​por bombardeios intensos no fim de semana na Usina Nuclear Zaporozhie, na Ucrânia. Eles puderam confirmar que, apesar da gravidade do bombardeio, o equipamento principal permaneceu intacto e não há risco imediato à segurança nuclear ou preocupações com a segurança”, disse Grossi.

Unidade da usina nuclear de Zaporozhie em Energodar, foto publicada em 23 de agosto de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.09.2022

De acordo com o chefe da AIEA, um total de quatro especialistas em segurança nuclear, proteção e salvaguardas realizaram uma extensa visita à usina nuclear. Posteriormente, eles divulgaram um comunicado com as conclusões, afirmando que a condição dos reatores após o bombardeio era estável.

“O estado das seis unidades do reator é estável e a integridade do combustível irradiado, do combustível novo e dos resíduos radioativos de baixo, médio e alto níveis em suas respectivas instalações de armazenamento foi confirmada”, disse o comunicado da equipe.

Leia Também:  Referendos pró-Rússia são democráticos e retratam fragmentação europeia, diz pesquisadora brasileira

COMENTE ABAIXO:
Continuar lendo

GRANDE CUIABÁ

MATO GROSSO

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA