GERAL

Talibã manifesta preocupação com guerra na Ucrânia e pede diálogo

Publicado em

Talibã manifesta preocupação com guerra na Ucrânia e pede diálogo

SÃO PAULO, SP – O grupo fundamentalista Talibã, que retomou o controle do Afeganistão no ano passado após a retirada das tropas ocidentais, divulgou nota nesta sexta-feira (25) expressando preocupação com a situação na Ucrânia.

Compartilhado por porta-vozes talibãs nas redes sociais, o texto pede que as duas partes do conflito -Moscou e Kiev- privilegiem o diálogo e manifesta preocupação com as vítimas da guerra.

O documento insta ainda os envolvidos a prezarem pela vida de estudantes e migrantes afegãos que vivem na Ucrânia.

Com histórico de violação de direitos humanos, o Talibã tentou maior proximidade com a Rússia quando retomou o poder, em busca de apoio internacional para obter reconhecimento em espaços como as Nações Unidas.

A postura do grupo, que diz, no mesmo texto, assumir “política externa de neutralidade”, diverge da de ditadores como o sírio Bashar Al-Assad, ou a junta militar que controla Mianmar, que manifestaram apoio à invasão autorizada por Vladimir Putin.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

GERAL

Especialistas da AIEA avaliaram danos em Zaporozhie e não encontraram nenhuma ameaça à segurança

Published

on

By

Especialistas da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) examinaram os danos causados ​​​​à usina nuclear de Zaporozhie por bombardeios intensos e concluíram que não havia ameaças imediatas à segurança nuclear. A declaração foi dada pelo diretor-geral da AIEA, Rafael Grossi, nesta segunda-feira (21).

“Uma equipe de especialistas da Agência Internacional de Energia Atômica avaliou hoje [21] a extensão dos danos causados ​​por bombardeios intensos no fim de semana na Usina Nuclear Zaporozhie, na Ucrânia. Eles puderam confirmar que, apesar da gravidade do bombardeio, o equipamento principal permaneceu intacto e não há risco imediato à segurança nuclear ou preocupações com a segurança”, disse Grossi.

Unidade da usina nuclear de Zaporozhie em Energodar, foto publicada em 23 de agosto de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.09.2022

De acordo com o chefe da AIEA, um total de quatro especialistas em segurança nuclear, proteção e salvaguardas realizaram uma extensa visita à usina nuclear. Posteriormente, eles divulgaram um comunicado com as conclusões, afirmando que a condição dos reatores após o bombardeio era estável.

“O estado das seis unidades do reator é estável e a integridade do combustível irradiado, do combustível novo e dos resíduos radioativos de baixo, médio e alto níveis em suas respectivas instalações de armazenamento foi confirmada”, disse o comunicado da equipe.

COMENTE ABAIXO:
Continuar lendo

GRANDE CUIABÁ

MATO GROSSO

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA