POLÍCIA

PF cumpre mandado de prisão civil

Publicado em

1.jpg

Rio de Janeiro/RJ. Na noite desta terça-feira (4/10), a Polícia Federal prendeu um foragido da Justiça, acusado de não pagar pensão alimentícia, no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro.

Os Policiais Federais lotados na Delegacia Especializada do Aeroporto Internacional do Galeão (DEAIN) identificaram o homem e constataram a existência de mandado de prisão expedido em 28/06/2022 pela 1ª Vara de Família, da comarca de Resende, decorrente de descumprimento de pensão alimentícia.

A prisão ocorreu durante o controle migratório e o preso foi encaminhado à 21ª Delegacia de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro para as formalidades pertinentes ao cumprimento da ordem judicial.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.gov.br/pf

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Civil faz primeira incineração do ano, com a queima de 160 quilos de entorpecentes

Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

POLÍCIA

Dois policiais civis de MT se formam na 2ª edição do Curso de Segurança e Proteção de Autoridades

Published

on

Dois policiais civis de Mato Grosso participaram da 2ª edição do Curso de Segurança e Proteção de Autoridades, promovido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública. 

A  formatura foi realizada na segunda-feira (05.12), no Batalhão Escola de Pronto Emprego (BEPE), em Brasília, e contou com a presença do delegado-geral de Mato Grosso, Mário Dermeval. 

Ao todo, 26 alunos concluíram a capacitação, realizada de 08 de novembro a 02 de dezembro. De Mato Grosso participaram a delegada de Pontes e Lacerda, Lícia Juliane Paiva, e o investigador da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), Valmir Castrillon.

O curso tem como objetivo o preparo técnico no desenvolvimento das atividades de segurança e proteção de autoridades, visando preservar a integridade do dignatário. Na qualificação, os alunos adquiriram conhecimentos necessários para desenvolver de forma eficaz as atividades de segurança e proteção de autoridades, buscando evitar falhas e desgaste, tanto para a autoridade quanto para a instituição que exerce o trabalho de segurança.

Leia Também:  Polícia Federal deflagra operação contra garimpo ilegal

Os servidores receberam instruções e treinamentos sobre as medidas a serem observadas e executadas, com o intuito de preservar  a integridade física, psíquica e moral da autoridade que ocupa cargo ou função de destaque, razão pela qual é exposta a riscos elevados. 

As disciplinas foram fundamentos legais e princípios do so serviço de segurança e proteção de autoridades; planejamento estratégico; direção veicular defensiva evasiva e ofensiva; técnicas e táticas de segurança; técnicas de varredura e noções de explosivos; tiro aplicado à segurança de autoridades; defesa pessoal aplicada à atividade; técnicas de combate a incêndio e segurança em operações aéreas; entre outros temas voltados para inteligência; atendimento pré-hospitalar; técnicas de salvamento aquático e natação utilitária. 
 
A 2ª edição do Curso de Segurança e Proteção de Autoridades finalizou o ciclo de capacitações de 2022, realizado pela Força Nacional de Segurança Pública.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continuar lendo

GRANDE CUIABÁ

MATO GROSSO

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA