POLÍCIA

PM inicia 4º curso de técnicas de controle e submissão da Rotam

Publicado em

- Foto por: CCSMI-PMMT

Alunos das políciais militares de Mato Grosso e de outros três Estados, além de militares da Forças Armadas e da Polícia Penal, participaram do 4º Curso de Técnicas de Controle e Submissão, do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam). A aula inaugural do curso foi realizada na manhã desta quarta-feira (09.03), no auditório do Ministério Público de Mato Grosso (MPMT).

O curso oferece aos alunos a junção de técnicas das artes marciais, imobilização e algemamento, adaptadas para atividade policial, o qual tem o objetivo de capacitar o profissional de segurança pública e demais envolvidos com o poder de polícia a tomar decisões para o exercício das atividades ostensivas e de preservação da ordem pública.

O Curso é um referencial na Instituição na busca constante de salvaguardar vidas e maximizar a eficiência da atividade policial. Em sua 4ª edição, o curso conta com 33 alunos matriculados, sendo policiais militares mato-grossenses de diversos Comandos da instituição, e dos Estados de Minas Gerais, Paraná e da Bahia, além de militares oriundos das Forças Armadas (Exército Brasileiro e Marinha do Brasil), bem como da Polícia Penal de Mato Grosso.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre 102 mandados em investigação de violação de lacres de drogas em Cáceres e desvenda esquema de tráfico

O comandante-geral adjunto da PMMT, coronel Daniel Lipi Alvarenga, destacou que o curso é de suma importância para capacitar os policiais que atuam na linha de frente das ocorrências. “A instituição prima pela integridade física e jurídica de seus membros, por isso a intenção de capacitá-los constantemente para que a gente possa sempre estar prestando um serviço de qualidade a nossa sociedade”, afirmou o coronel.

Para o comandante do Batalhão Rotam, tenente-coronel André Wilian Dorileo, o objetivo do curso é fornecer maior proteção aos agentes de segurança no momento de cumprimento das leis à frente dos infratores. “A Polícia Militar não pode ficar descompassada, motivo pelo qual a Rotam tem trabalhado na consolidação de capacitações e especializações que visam colocar o operador de segurança pública protegido desses acontecimentos”, explicou o comandante durante a leitura da ordem do dia.

O evento contou com a presença do comandante do Comando Especializado da PM (Cesp), coronel Edvan Manoel de Azevedo. Já a aula inaugural foi ministrada pelo Coronel da Reserva Remunerada da PMMT, José Antônio Gomes Chaves, que ministrou uma palestra sobre as artes marciais no uso da força policial. O coronel, que também é faixa preta em Jiu Jitsu, falou sobre técnicas de mobilização e uso progressivo de força para cada tipo de situação crítica enfrentada pelos agentes de segurança. Técnicas que serão aprendidas ao longo do curso.

Leia Também:  Polícia Civil apreende adolescente envolvida em roubo contra casal de médicos em Barra do Garças

O curso tem previsão de duração de um mês e acontecerá na sede do Batalhão Rotam, no bairro Dom Aquino.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

POLÍCIA

Servidores recém-empossados propõem projeto “Programa de Ambientações e Comandos”

Published

on

Na manhã de sexta-feira (09), servidores lotados na Superintendência da PRF em Mato Grosso realizaram uma reunião para apresentar a proposta do Programa de Ambientações e Comandos.

O projeto, que tem previsão de ser iniciado em 2023, conta com uma equipe que atua em diversos setores da sede regional e tem por objetivo prover, manter e atualizar os conhecimentos de policiais dedicados às atividades administrativas.

A iniciativa busca desenvolver atividades com auxílio de servidores que estão atuando há mais tempo e que possuem expertise em diversos tipos de fiscalizações.

O projeto teve grande aceitação por parte dos servidores e contou com a contribuição de servidores mais experientes que se dispuseram a auxiliar na viabilização da iniciativa.

Nos próximos dias, a equipe elaboradora do projeto planeja apresentar a proposta ao Superintendente Francisco Élcio e ao Colegiado da PRF. Uma vez aceito, a iniciativa será inserida como Plano Setorial de Operações e Inteligência na atualização do Plano Tático Regional do triênio de 2021 a 2023.

Fonte: PRF MT

Leia Também:  Ação conjunta recupera valor de R$ 4 mil subtraído de vítima de estelionato

COMENTE ABAIXO:
Continuar lendo

GRANDE CUIABÁ

MATO GROSSO

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA