POLÍCIA

Polícia Federal apura desvios no Auxílio Emergencial em Santa Catarina

Publicado em

Lages/SC – A Polícia Federal deflagrou hoje (23/2) a primeira fase da Operação Inclementer, com o objetivo de investigar um esquema criminoso de desvios de recursos públicos na concessão do Auxílio Emergencial do Governo Federal a trabalhadores atingidos pela pandemia de Covid-19, na região do planalto serrano catarinense.  

Um mandado de busca e apreensão foi cumprido na cidade de Lages/SC. A medida judicial visa a colheita de provas sobre a participação das pessoas envolvidas com as fraudes, bem como a apreensão de bens e documentos que possam estar sendo utilizados para a execução das condutas criminosas.

 As investigações tiveram início em outubro de 2021, a partir de denúncia de que pessoas possivelmente envolvidas com o tráfico de drogas também estariam atuando em esquemas criminosos para fraudar o benefício assistencial com os nomes e dados de terceiros na cidade de Lages e outras próximas da região serrana. 

Leia Também:  PF participa de Força Tarefa para resgate de onça parda em Guaíra/PR

O inquérito policial segue em curso, e os investigados poderão ser indiciados pela prática dos crimes de furto qualificado mediante fraude, de falsificação de documento público e de associação criminosa, cujas penas máximas somadas podem chegar a 17 anos de prisão. 

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Lages/SC  

Contato: [email protected]  

 (49) 3251-6200

 

*** O nome “Inclementer” vem do latim “impiedoso” ou “cruel”, em alusão aos envolvidos com o esquema criminoso investigado, os quais não demonstram qualquer piedade pelo sofrimento alheio ou remorso pelos desvios de recursos praticados no período.

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

POLÍCIA

Dois policiais civis de MT se formam na 2ª edição do Curso de Segurança e Proteção de Autoridades

Published

on

Dois policiais civis de Mato Grosso participaram da 2ª edição do Curso de Segurança e Proteção de Autoridades, promovido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública. 

A  formatura foi realizada na segunda-feira (05.12), no Batalhão Escola de Pronto Emprego (BEPE), em Brasília, e contou com a presença do delegado-geral de Mato Grosso, Mário Dermeval. 

Ao todo, 26 alunos concluíram a capacitação, realizada de 08 de novembro a 02 de dezembro. De Mato Grosso participaram a delegada de Pontes e Lacerda, Lícia Juliane Paiva, e o investigador da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), Valmir Castrillon.

O curso tem como objetivo o preparo técnico no desenvolvimento das atividades de segurança e proteção de autoridades, visando preservar a integridade do dignatário. Na qualificação, os alunos adquiriram conhecimentos necessários para desenvolver de forma eficaz as atividades de segurança e proteção de autoridades, buscando evitar falhas e desgaste, tanto para a autoridade quanto para a instituição que exerce o trabalho de segurança.

Leia Também:  Corrida do Bope reúne 3,5 mil competidores em Cuiabá

Os servidores receberam instruções e treinamentos sobre as medidas a serem observadas e executadas, com o intuito de preservar  a integridade física, psíquica e moral da autoridade que ocupa cargo ou função de destaque, razão pela qual é exposta a riscos elevados. 

As disciplinas foram fundamentos legais e princípios do so serviço de segurança e proteção de autoridades; planejamento estratégico; direção veicular defensiva evasiva e ofensiva; técnicas e táticas de segurança; técnicas de varredura e noções de explosivos; tiro aplicado à segurança de autoridades; defesa pessoal aplicada à atividade; técnicas de combate a incêndio e segurança em operações aéreas; entre outros temas voltados para inteligência; atendimento pré-hospitalar; técnicas de salvamento aquático e natação utilitária. 
 
A 2ª edição do Curso de Segurança e Proteção de Autoridades finalizou o ciclo de capacitações de 2022, realizado pela Força Nacional de Segurança Pública.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continuar lendo

GRANDE CUIABÁ

MATO GROSSO

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA