POLÍCIA

POLÍTICA DE CONVIVÊNCIA E USO DE REDES SOCIAIS

Publicado em

Este é um perfil oficial da Polícia Federal, criado com o objetivo de divulgar a atuação da instituição, disseminar e ampliar o acesso à informação, além de orientar sobre os serviços prestados à sociedade.

Trata-se de um espaço de diálogo, destinado a públicos de todas as faixas etárias e segmentos sociais. Sinta-se à vontade para participar com comentários e interações.
Eles serão sempre bem-vindos.

Contudo, para que a convivência nas redes sociais seja respeitosa e atinja seus objetivos, as mensagens de usuários, tais como respostas e comentários, estão sujeitas a moderação e filtragem.

A expressão e a comunicação devem ser de forma respeitosa. Lembre-se de que todos têm o direito de emitir sua própria opinião e seu ponto de vista. Participe, no sentido de manter um clima cordial de diálogo e na promoção de um debate enriquecedor para todos.

Para que esses fins sejam alcançados, algumas regras devem ser observadas:

  • Não utilize conteúdo ou linguagem chula, de baixo calão, ofensiva, grosseira, ameaçadora, difamatória, abusiva, ofensiva, obscena, injuriosa, caluniosa, discriminatória, depreciativa, jocosa, profana ou de qualquer forma censurável;

  • Não publique mensagens que promovam o ódio e incitação à discriminação, hostilidade e violência contra uma pessoa ou grupo em virtude de raça, religião, nacionalidade, orientação sexual, gênero, condição física ou outra característica;

  • Não utilize o presente espaço para emitir opiniões político-partidárias, favoráveis ou contrárias a candidatos, partidos políticos, autoridade públicas ou de destaque nacional, para promoção de nomes e números de candidatos, siglas ou nomes de partidos, bem como slogans de campanhas partidárias;

  • Certifique-se da veracidade dos fatos antes de divulgá-los, evitando a desinformação e notícias falsas que possam afetar a reputação de terceiros;

  • Respeite a lei. Qualquer atividade ilegal ou incitação à sua prática são proibidas e poderão ser encaminhadas para as autoridades competentes.

  • Seja responsável e tenha respeito aos direitos de imagem e de propriedade intelectual. A utilização de nossas imagens para fins sociais está autorizada, desde que sejam citadas a fonte e o autor. Em nenhuma hipótese será autorizada a manipulação de imagens ou sua utilização comercial ou política;

  • Não publique conteúdos propagandísticos, comerciais ou publicitários de interesse da iniciativa privada;

  • Não poste comentários ou conteúdos repetitivos ou fora do contexto dos assuntos tratados;

  • Não repasse, em nomes próprios ou de terceiros, spams, correntes ou links suspeitos, muito menos os que contenham conteúdos fraudulentos ou danosos, que possam causar algum prejuízo aos demais usuários;

  • Não publique links em nossa página;

  • Respeite a privacidade dos outros. Não divulgue informações confidenciais ou dados pessoais de terceiros em nossa linha do tempo, tais como: endereços, nomes de familiares, números de telefones, de documentos de identificação, de cadastros em programas sociais, de valores recebidos ou qualquer outro dado que possa gerar alguma exposição desnecessária ou situação de risco;

  • Não faça uso de informações e imagens de pessoas e instituições de modo indevido.

Leia Também:  Polícia Civil recupera R$ 33 mil de vítimas que fizeram transferências pela internet

A Polícia Federal não aprova, apoia, declara nem garante a integridade, veracidade, exatidão ou confiabilidade de qualquer mensagem de usuário, tampouco endossa as opiniões expressas nela.

Da violação e da reincidência
Diante da violação aos termos de convivência e uso de redes sociais da Polícia Federal, as mensagens inadequadas poderão ser removidas e o usuário advertido, ou mesmo bloqueado, de forma temporária ou definitiva, independendo de justificativa, consulta ou alerta prévio e sem prejuízo de outras medidas.

Concordância com os termos de uso
Ao utilizar os perfis mantidos pela Polícia Federal nas redes sociais, o usuário está ciente das regras de convivência e uso aqui descritas e de acordo com elas.

Concursos públicos:
Usuários interessados em informações sobre concursos, características dos cargos e legislação pertinente ao assunto, podem acessar a página: https://www.gov.br/pf/pt-br/acesso-a-informacao/servidores/concursos

Atendimento à imprensa
O espaço não deve ser utilizado para solicitações de jornalistas ou veículos de imprensa. Qualquer demanda desse tipo deve ser encaminhada ao endereço eletrônico:

Ouvidoria
Para registrar ou formalizar solicitações de informações e esclarecimentos institucionais, consultas, questionamentos, reclamações, críticas, elogios e elogios, o usuário deverá acessar as informações constantes na página: https://www.gov.br/pf/pt-br/canais_atendimento/ouvidoria

Leia Também:  Polícia Civil recupera em Cuiabá maquinário agrícola roubado em Poconé

Licitações e contratos:
Para encontrar as informações sobre licitações e contratos da Polícia Federal, o usuário pode acessar a página: https://www.gov.br/pf/pt-br/assuntos/licitacoes

Receitas e despesas:
Para encontrar as informações sobre receitas e despesas da Polícia Federal, o usuário pode acessar a página: https://www.gov.br/pf/pt-br/acesso-a-informacao/receitas-e-despesas

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

POLÍCIA

Investigação da Polícia Civil prende traficante e recupera veículo furtado em Cuiabá

Published

on

Um homem que vinha atuando no comércio de entorpecentes e outros crimes na região do município de Itanhangá, região médio norte do Estado, foi preso pela Polícia Civil, no final da tarde de sexta-feira (03.02).

O indivíduo de 28 anos, suspeito de integrar uma organização criminosa exercendo a função de “disciplina”, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, receptação e corrupção de menores.

A ação deflagrada pela Delegacia de Tapurah com apoio da Delegacia Regional de Nova Mutum, resultou na apreensão de dois simulacros de armas de fogo, dinheiro, um pedaço de maconha, porções de pasta base de cocaína, balança de precisão, além de outros materiais.

Também foi recuperado um automóvel Renault Kwid, furtado no bairro Coophamil, em Cuiabá, no mês de novembro de 2022, bem como apreendido uma motocicleta XRE 300, sem placa e sem procedência. Ambos veículos eram utilizados pelo preso para a prática de delitos contra o patrimônio, contra a vida, tortura e tráfico de drogas.
 
Durante diligências investigativas os policiais civis identificaram o suspeito, apontado como autor de vários crimes cometidos a mando da organização a qual pertence, razão pela qual passou a ser monitorado. Ainda segundo apurado, ele convivia com uma adolescente de 14 anos, que o ajudava na venda de entorpecentes. 

Leia Também:  Polícia Civil recupera em Cuiabá maquinário agrícola roubado em Poconé

Na tarde de sexta-feira (03) a equipe logrou êxito em abordar o alvo em situação de flagrante. Na casa dele foram apreendidos vários objetos como dois simulacros de arma de fogo, maconha, pasta base de cocaína, dinheiro, balança de precisão, entre outros. 

Já o automóvel Renault Kwid furtado na Capital e que era usado por ele nas ações criminosas, foi encontrado ocultado em uma mata, dentro do sítio de um familiar. A proprietária do veículo foi comunicada pela Polícia Civil sobre a recuperação do carro.

Diante dos fatos o suspeito foi conduzido até a Delegacia de Polícia, interrogado e autuado em flagrante. Após a confecção dos autos, o preso foi apresentado e colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continuar lendo

GRANDE CUIABÁ

MATO GROSSO

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA