Política

Faissal participa de mutirão em Alta Floresta

Publicado em

1a1166e4092bc432c23dc87b7cf2e8a162289165af361

Foto: Carol Coutinho / Assessoria de Gabinete

O deputado estadual Faissal Calil (PV) visitou diversas cidades do interior de Mato Grosso no último final de semana (5 E 6) . Entre os municípios que o parlamentar esteve para ouvir os cidadãos, destaca-se Nova Monte Verde, Rosário Oeste, Nova Ubiratã, Guarantã do Norte, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Alta Floresta, onde participou do mutirão do Programa Meu Pet Amigo.

O projeto visa campanhas de conscientização para o combate aos maus tratos e a castração de animais, caninos e felinos, machos e fêmeas, em Alta Floresta. O programa, que conta com uma emenda parlamentar de Faissal, visa o credenciamento de famílias que são assistidas por programas sociais para triagem e castração dos pets de estimação. Cerca de 500 deles foram cadastrados no primeiro mutirão, realizado no fim de semana.

“Este projeto concretiza nossa vontade política de construir um legado sincero e honesto pela causa animal. Assim como o amor pelos pets, também lutamos por causas que no nosso entender, são importantíssimas para todos os mato-grossenses, como a defesa do consumidor, a busca por uma energia limpa, como a solar, além de defender uma saúde e educação de qualidade para todo cidadão desse estado. Esse é o nosso compromisso com o povo que nos colocou na Assembleia Legislativa de Mato Grosso”, afirmou Faissal.
Faissal também visitou municípios da região do Nortão e do Médio-Norte de Mato Grosso. O deputado, desde o início de seu mandato, tem adotado uma postura municipalista, viajando pelo estado e ouvindo as principais demandas da população. Segundo o parlamentar, este tem sido um dos pilares de sua atuação enquanto representante da população.

Leia Também:  STF envia à PGR quarto pedido de investigação contra Bolsonaro no caso MEC

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Política

Servidores do Lacen apresentam trabalhos científicos sobre a Covid-19 em congresso nacional

Published

on

By

SES-MT

Servidores do Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) apresentaram, nesta semana, durante a 57ª Edição do Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (MEDTROP 2022), em Belém (Pará), trabalhos científicos sobre Covid-19 e Arbovirores em Mato Grosso.

As pesquisas foram selecionadas para apresentação oral e na categoria e-poster (painel). Foram apresentados, entre os dias 13 a 16 de novembro, as seguintes pesquisas: Vigilância Genômica de Amostras Positivas de Arboviroses Coletadas no Estado de Mato Grosso; Sequenciamento de Nova Geração das Amostras de SARS-COV-2 Positivas para Identificação e das Variantes Circulantes no Estado de Mato Grosso; Inquérito Soroepidemiológico de Covid-19 em Cuiabá-MT e o trabalho Monitoramento de Variantes de SARS-COV2 Circulantes no Estado de Mato Grosso em 2021.

Os autores das pesquisas foram Elaine Cristina de Oliveira, Vagner Fonseca, Luiz Takao Watanabe,  Luana Barbosa da Silva, Ana Cláudia Pereira Terças Trettel, Amanda Cristina de Souza Andrade, Emerson Soares dos Santos, Ana Paula Muraro, Nayara Cristine Marchioro Pereira Sigueira, Alessandra Cristina Ferreira de Moraes, Juliana ILídio da Silva, Maria Clara Pereira Leite, Klaucia Rodrigues Vasconcelos, Mara Patrícia F. da Penha, Juliano Silva Melo e Raquel da Silva Ferreira.

Leia Também:  F1: Ocon faz participação com a Alpine na premiação francesa de futebol ‘Bola de Ouro’

Além de servidores do Lacen, também realizaram as pesquisas servidores da Superintendência de Vigilância em Saúde da SES, profissionais da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e da Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz). 

Durante o congresso, o Lacen ainda participou da mesa redonda sobre experiências regionais e independentes de vigilância genômica do SARS-CoV-2 no Brasil, que ocorreu dentro da programação do 2º Fórum Covid-19, realizado no encontro nacional. O tema foi apresentado pela diretora do Laboratório Estadual, Elaine Cristina de Oliveira.

O MEDTROP 2022, organizado pela Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT), é o maior evento multidisciplinar em medicina tropical da América Latina. Anualmente, mais de 3000 participantes são esperados. Durante o evento, ocorreram diversas discussões, entre elas sobre Doenças de Chagas e Leishmaniose (Chagasleish), Workshop sobre vetores de doenças tropicais (Entomol), Fórum de Doenças Negligenciadas e o IX Workshop Nacional Rede Tuberculose.

Após o MEDTROP 2022, uma técnica do Lacen segue em Belém participando do curso sobre Bioinformática para vigilância genômica de vírus, que encerra neste sábado (19.11).

Leia Também:  MPF e MPCO obtêm decisão do TCU que reconhece má contabilização do mínimo constitucional na aplicação de verbas da educação pelo Estado de Pernambuco

COMENTE ABAIXO:
Continuar lendo

GRANDE CUIABÁ

MATO GROSSO

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA